Daily Vlog - Pré estreia de Animais Fantásticos e Onde Habitam




Genteeeeeeee socooooooorro!! Ainda estou em êxtase! Sabe quando a ficha não cai? Então!
Acabei de postar um vlog com os melhores momentos da pré estreia de Animais Fantásticos e Onde Habitam e de quebra ainda tem os primeiros 3 minutos do filme para quem viu matar as saudades e quem não viu já ir preparando o coração <3
Chega de blábláblá e vou deixar vocês com o vídeo! Mas não esqueçam de me contar o que acharam.



Beijos e até o próximo post!


Animais Fantásticos e Onde Habitam - Tudo sobre a Pré Estreia





Sem sombras de dúvidas hoje foi muito marcante para mim. 5 anos se passaram desde a última pré estreia relacionada ao universo Harry Potter, 6 anos que não reencontrava amigos muito queridos, amizade que nasceu graças a saga e alguns tantos outros de espera desde o anúncio da produção de Animais Fantásticos e Onde Habitam.


A partir da compra dos ingressos estava a tranquilidade em pessoa, porém quando estávamos apenas a uma semana do grande dia, a ansiedade tomou conta de mim! Já assisti ao filme e ainda assim ela não sei foi completamente.Sinto como se um caminhão tivesse passado sobre mim, acho que meu corpo relaxou um pouco após a pressão pré filme e que estou sentindo os efeitos agora.


Uma das cenas mais marcantes é a que faz referência à Leta Lestrange, até onde sabemos, alguém muito próxima ao Newt.
O cinema todo foi ao delírio acreditando que ela tenha alguma relação com a Bellatrix, porém vale lembrar que a Bella nasceu 5 de abril de 1951, 3 décadas após a qual o filme é ambientado, e o mais importante de tudo, nasceu Black, herdando o Lestrange apenas após o casamento, ou seja, pode até existir um parentesco mas nada direto.
Li algumas críticas negativando a atuação do Eddie, e discordo absolutamente! O não olhar nos olhos das pessoas ao meu ver fazia parte da construção do personagem, alguém um pouco introspectivo que só se sentia pleno relacionando-se com os animais, e sinceramente não consigo conceber a ideia de outra pessoa dando vida ao Newt. 
Outro que roubou as cenas com seu carisma, risos e gritinhos um pouco peculiares foi o Tiago Abravanel Jacob Kowalski (Dan Floger). Sentirei muito se ele tiver encerrado sua participação na franquia.
O filme é marcado por enigmas (como diria a Sasa), o que lhe dá liberdade para as mais variadas especulações, nem o final chega a ser um final, podemos considerá-lo uma breve pausa mas não tão breve já que só teremos o segundo filme apenas em 16 de novembro de 2018.E o roteiro gente?? O que falar do roteiro? Ma-ra-vi-lho-so!! Escrito pela diva, rainha da porr* toda, também conhecida como J.K Rowling, ou seja, por mais que o David Yates tente, ele será incapaz de estragar! 😅



Não poderia deixar de comentar a participação do Johnny Depp no filme. Embora a revelação tenha ocorrido numa cena emblemática e que prendia a atenção do público, dividiu opiniões, o que ficou evidente entre os espectadores. Houveram gritos? Claros que houveram gritos, mas não foram majoritários, a fileira em que me encontrava e da frente por exemplo silenciaram-se neste momento. 
Eu particularmente tinha esperanças de que ele não interpretasse o Grindelwald, que apesar de todos os erros, foi capaz de se manter leal ao Dumbledore mesmo após a sua morte e não contar ao Voldemort sobre o paradeiro da Varinha das Varinhas (DIFERENTE DO FILME), talvez uma tentativa de redenção por todo o mal que fez. Ver o Depp em cena me deixou enojada! Não consigo simplesmente fechar os olhos para o que ele fez, com a justificativa dele ser um bom ator, vejo um ser humano como um todo, não adianta ser bonito, atuar bem, cantar bem ou o que quer que seja e ser um completo imbecil, ou neste caso um agressor. Se o filme tivesse estreado 7 meses antes minha recepção a esta cena com certeza seria mais favorável!


Aos amigos queridos, muito obrigada por compartilharem comigo este momento tão especial! E aos que não puderam estar presentes, certamente estaremos juntos em 2018.
Pretendo postar o vlog ainda hoje ou mais tardar amanhã, com tudo o que rolou na pré estreia. 






Por enquanto é só e até o próximo post!!!


Como reconhecer produtos Low e No Poo sem que esteja escrito na embalagem




     Uma das maiores dúvidas de quem está começando a aderir às técnicas Low ou No Poo e até para algumas veteranas (ou quase! Como a pessoinha aqui que vos fala) é como saber se o produto é liberado ou não, sem que tenha um aviso especificando no rótulo. 
     Recentemente somente uma empresa ganhou o direito de utilizar os termos No e Low Poo em suas embalagens, restando para as demais utilizarem outros como: livres, liberados, free e etc.
   Além disso. existe uma gama considerável de linhas que são liberadas e que omitem essa informação da humanidade, não me perguntem a razão! Eu mesma fico me perguntando o porque disso senho-or!  E para desconfundir um pouco a cabecinha de vocês, e facilitar naquele momento tenso da escolha dos produtos, trouxe nesse post o nome dos componentes que denunciará na hora os que não são liberados.

Vamos para a lista!!

     Tirem print, salvem as imagens, imprimam, vale tudo! Menos esquecer a colinha no momento da compra. Se vocês estiverem em dúvida quanto algum produto, o melhor a fazer é esperar até sanar a dúvida, não comprem nada por impulso, ou pior, utilizem produtos comprados por impulso em suas madeixas. Cosméticos a base de petrolatos, parabenos, sulfatos apenas maquiam o seu cabelo, e a médio e longo prazo irão danificá-lo. Você não venceu ou está prestes a vencer uma transição para detonar seu cabelo por muito pouco né-nom???

                                                    Bjbj e até o próximo post!!!!  


Que tal pegar um cineminha amanhã por R$ 3,00?




  
     Pessoas lindas da minha vidaaaaa! 
   Hoje vim trazer uma notícia maravilhosa para todos os amantes de cinema. Trata-se do Projeta Brasil Cinemark 2016, evento que chega na 17° edição.
    Nesta segunda-feira (amanhã) 7 de novembro, você poderá assistir aos grandes sucessos do cinema nacional por R$ 3,00 e a renda arrecadada é inteiramente revertida para a divulgação e produção cinematográfica brasileira.
     
   Confira os filmes disponíveis e acompanhe a programação no Cinemark da sua cidade.

Aquarius: Clara (Sonia Braga) tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora em um apartamento localizado na Av. Boa Viagem, no Recife, onde criou seus filhos e viveu boa parte de sua vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia.

Apaixonados o filme: A proposta de Apaixonados é muito clara: trata-se de uma comédia popular situada na festa brasileira mais popular da atualidade, o Carnaval. É no clima dos festejos de Momo, em meio à muita sensualidade e pegação, que o diretor Paulo Fontenelle (Se Puder... Dirija!, Divã a 2) apresenta a história de três casais que se formam em plena folia. Cada um deles com características peculiares que, de certa forma, tentam transmitir uma certa diversidade existente na própria festa. Diante desta intenção, é curioso notar que a cena inicial do longa-metragem se dá justamente em um elevador quebrado, bem longe de toda e qualquer agitação. É lá que Leo (Raphael Viana) e Cássia (Nanda Costa) se conhecem e se apaixonam, sem nem mesmo revelar o nome um ao outro. A tensão decorrente do início iminente toma conta da cena, sendo também o único momento em todo o filme onde o clima típico de romance é explora...

De onde eu te vejo: Ana Lúcia (Denise Fraga) e Fábio (Domingos Montagner) decidem se separar após vinte anos de casamento e ele se muda para um apartamento do outro lado da rua. Além da separação, eles passam por uma crise no trabalho e precisam enfrentar a iminente mudança de cidade da filha. Com todas essas mudanças, eles precisam aprender a viver essa nova realidade e reinventar o amor.

Desculpe o transtorno: Um homem (Gregório Duvivier) tem dupla personalidade e incorpora as diferenças entre Rio de Janeiro e São Paulo: Uma hora ele é o certinho e tímido paulistano Eduardo; em outra, se transforma em Duca, um carioca fanfarrão e folgado. Ele se envolve em um grande confusão amorosa quando, apesar de estar em um relacionamento estável com a noiva (Dani Calabresa), seu alter-ego acaba se apaixonando por outra mulher (Clarice Falcão), que ele acaba de conhecer.

É fada!: Após se dar mal em uma série de trabalhos, a fada tagarela e atrapalhada Geraldine (Kéfera Buchmann) recebe a missão de ajudar a jovem Júlia (Klara Castanho). A garota vive com o pai e acaba de trocar de colégio. Ela tem dificuldade de lidar com os novos colegas e não é nenhum pouco popular na escola. A fada tentará mudar isso, ajudando em sua vida social e amorosa.

Elis: Cinebiografia da cantora Elis Regina. O filme acompanha a adolescência da artista, com as dificuldades financeiras e os primeiros testes para ter seu talento descoberto, até a ascensão, incluindo o destaque na televisão, os envolvimentos amorosos, as controversas decisões tomadas durante a Ditadura Militar, as brigas com parceiros de trabalho e a dependência de drogas e álcool, que levaram à sua morte precoce.

Em nome da lei: Vitor (Mateus Solano) é um jovem juiz federal recém-chegado na cidade de Fronteira, disposto a desmontar um esquema de contrabando e tráfico de drogas na região. Para prender Gomez (Chico Diaz), ele vai contar com a ajuda da procuradora Alice (Paolla Oliveira), por quem se apaixona, e da equipe do policial federal Elton (Eduardo Galvão).

Entre idas e vindas: Afonso (Fábio Assunção) é um professor universitário separado, que vive com o filho Benedito (João Assunção). Um dia, eles resolvem fazer uma viagem juntos, mas enfrentam problemas quando o carro deles quebra. Eles são ajudados por quatro operadoras de telemarketing muito bonitas, que os levam de volta a São Paulo. Só que Afonso acaba se apaixonando pela líder delas, Amanda (Ingrid Guimarães).

Lua em sagitário: Ana (Manuela Campagna) é uma jovem de 17 anos que vive em uma cidade fronteiriça entre o Brasil e a Argentina. Lá, ela não tem opções de lazer e nem acesso à internet. Seu único refúgio é visitar um sebo/lanhouse conhecido como "A Caverna". É lá que, certo dia, ela acaba conhecendo Murilo (Fagundes Emanuel), rapaz por quem vai se apaixonar perdidamente.

Mãe só há uma: Pierre descobre que sua família não é biológica quando a polícia prende sua mãe. Confuso, ele vai atrás de seus parentes verdadeiros, que o conhecem como Felipe, e a nova realidade faz com que o rapaz encontre finalmente sua real identidade.

Mais forte que o mundo: Nascido e criado em Manaus, José Aldo (José Loreto) precisa lidar com a truculência do pai, Seu José (Jackson Antunes), que além de se embebedar constantemente ainda por cima bate na esposa, Rocilene (Cláudia Ohana), com frequência. Enfrentando constantemente seus demônios internos, Aldo encontra na luta sua válvula de escape. Acreditando em seu futuro como lutador, ele aceita se mudar para o Rio de Janeiro e morar de favor no pequeno alojamento de uma academia. Lá ele recebe o apoio do amigo Marcos Loro (Rafinha Bastos) e conhece Vivi (Cleo Pires), uma jovem que vai constantemente à academia. Precisando ralar um bocado para se manter, Aldo enfim consegue um voto de confiança do treinador Dedé Pederneiras (Milhem Cortaz), iniciando assim sua carreira no mundo do MMA.

Mundo cão: Em 2007, antes de ser sancionada a lei que proibe o sacrifício de animais abandonados, Santana (Babu Santana) é um funcionário do Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo que trabalha recolhendo cães de rua. Certo dia ele captura um enorme cachorro raivoso cujo dono (Lázaro Ramos) só aparece para recuperá-lo dias depois, quando já é tarde demais. Irado, o homem culpa Santana pelo ocorrido e trama uma cruel vingança.

Nise o coração da loucura: Ao voltar a trabalhar em um hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro, após sair da prisão, a doutora Nise da Silveira (Gloria Pires) propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem da esquizofrenia, eliminando o eletrochoque e lobotomia. Seus colegas de trabalho discordam do seu meio de tratamento e a isolam, restando a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes, através do amor e da arte.

Nos passos do mestre: Através da ótica do espiritismo, esta é uma reconstituição aprofundada da jornada de Jesus Cristo (Fabio Malosso) na Terra, buscando compreender as lições de amor e compaixão que o maior mestre de todos os tempos deixou para os homens e mulheres das gerações futuras.

O caseiro: Davi, um cético professor de psicologia, é famoso por escrever um livro que explica aparições sobrenaturais através da psicanálise. Após anos sem atender pacientes, ele viaja para o interior buscando investigar o caso de um homem que acredita que sua filha vem sendo assombrada pelo fantasma do antigo caseiro de sua propriedade, que se suicidou.

O começo da vida: Uma análise aprofundada e um retrato apaixonado sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido, o verdadeiro começo da vida de um ser humano, tempo considerado crucial pós-nascimento para o desenvolvimento saudável da criança, tanto na infância quanto na vida adulta, onde os pais precisam ter o maior cuidado, amor e carinho possível.

O outro lado do paraíso: Antônio (Eduardo Moscovis) faz o que pode para conseguir dinheiro para o sustento do lar. Já tentou garimpo, bicos diversos, e agora pensa ter encontrado finalmente seu lugar: Brasília. Atraído pelas promessas do presidente João Goulart e pela ampla oferta de emprego, ele se muda para a capital com a esposa e os filhos. O sonho da prosperidade, no entanto, é interrompido pelo golpe militar e Antônio, envolvido com o sindicalismo, começa a viver um pesadelo.

O roubo da taçaPeralta é um simples corretor de seguros que começa a sofrer pressões de todos os lados. Em casa, sua namorada Dolores dá um ultimato: é casamento ou fim de papo. Por outro lado, suas dívidas que se amontoaram rapidamente, começam a ser cobradas. Quando tudo parece perdido, uma brilhante ideia cruza a cabeça de Peralta: um plano que vai resolver todos os seus problemas. Com a ajuda de seu amigo Borracha, um sujeito nada inteligente, Peralta decide roubar a Taça Jules Rimet de dentro dos cofres da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Baseado num caso real.

O Shaolin do sertão: Durante a década de 80, lutadores de vale-tudo passam por dificuldades devido à falta de lutas profissionais. A fim de manter a paixão pela luta, eles desafiam os valentões no interior do Ceará que aceitam participar da competição criada. É assim que Aluiso Li (Edmilson Filho) vê a sua chance de ouro para realizar o sonho de se tornar um verdadeiro mestre das lutas como os heróis de seus filmes favoritos.

O escaravelho do diabo: A pequena cidade de Vale das Flores é marcada por um crime surpreendente: o jovem Hugo Maltese (Cirillo Luna) é encontrado morto com uma antiga espada encravada no peito. O detalhe é que, antes de morrer, ele recebeu uma estranha caixa com um escaravelho dentro. Logo outra vítima é morta, após receber uma caixa semelhante. O delegado Pimentel (Marcos Caruso) e o garoto Alberto Maltese (Thiago Rossetti) começam a buscar este assassino em série, que escolhe seu alvo com uma característica em particular: são todas pessoas ruivas legítimas.

Os dez mandamentos: Acolhido pela filha do faraó ainda bebê, Moisés cresce como príncipe do Egito, mas volta-se contra sua família adotiva em favor do sofrido povo de Israel, que por ele deverá ser conduzido à libertação. Adaptação cinematográfica baseada na Bíblia e na novela homônima da Rede Record, um dos maiores fenômenos de audiência dos últimos tempos da televisão brasileira.

Paratodos: Um dos primeiros elementos de destaque neste projeto brasileiro é sua grande produção. Paratodos é um raro documentário nacional capaz de viajar para diversos países, acompanhando dezenas de atletas paraolímpicos em seus treinos e competições, com belas imagens, ângulos improváveis, trilha sonora com canções inéditas de artistas famosos etc. Depois de trabalharem nos bons Cidade Cinza e A Viagem de Yoani, o diretor Marcelo Mesquita e o roteirista Peppe Siffredi apresentam o seu maior projeto em termos de ambição e de recursos. Diante de um tema espinhoso como a deficiência física, os criadores felizmente fogem ao olhar miserabilista. Atletas como Terezinha Guilhermina, Fernando Fernandes, Alan Fonteles e Suzana Schnardorf são retratados como competidores comuns, preocupados com sua velocidade e sua técnica.

Contrato vitalício: Miguel (Gregório Duvivier) e Rodrigo (Fábio Porchat) são dois amigos que costumam realizar filmes juntos. Certa ocasião, um de seus filmes ganha um prêmio importante em um festival internacional. Animados com a premiação, os dois saem para comemorar e Rodrigo assina, em um guardanapo de bar, um contrato vitalício que garante que ele estaria em todos os filmes de Miguel dali para frente. No entanto, Miguel desaparece e só retorna dez anos depois. Quando reaparece, ele leva para Rodrigo, agora um ator consagrado, a proposta de um filme insano que pode destruir sua carreira.

Prova de coragem: Hermano (Armando Babaioff) é um médico bem-sucedido que esta planejando uma escalada de alto risco em uma montanha na Terra do Fogo. Neste período, sua mulher Adri (Mariana Ximenes), com quem vive há sete anos, descobre que esta grávida. Mesmo na iminência de se tornar pai, ele dá prosseguimento a seus planos. Esta é a prova de coragem que Hermano deve a si mesmo após ter testemunhado seu melhor amigo ser agredido até a morte e não ter feito nada para ajudá-lo.

Tamo junto: Rapaz termina um intenso relacionamento e se vê solteiro pela primeira vez em muito tempo. Livre, leve e solto, ele planeja cair na gandaia e recuperar os anos perdidos, mas logo descobre que o novo estado civil não é tão divertido quanto ele idealizava.

Tô Ryca: Selminha (Samantha Schmütz) é uma frentista que tem a chance de deixar seus dias de pobreza para trás ao descobrir uma herança de família. Mas para conseguir colocar a mão nessa grana, ela terá que cumprir o desafio lançado por seu tio: precisa gastar R$ 30 milhões em 30 dias, sem acumular nada e nem contar para ninguém. Mas, nessa louca maratona, ela vai acabar descobrindo que tem coisas que o dinheiro não compra.

Um homem só: Arnaldo (Vladimir Brichta) é um homem que está infeliz no casamento e no trabalho. Para tentar resolver seus problemas, ele procura uma clínica que promete copiar as pessoas para livrá-las da vida miserável que levam. Com um clone ocupando seu lugar ele poderia começar uma vida nova, mas na hora do radical procedimento surge a dúvida sobre se é isto que ele realmente deseja fazer.

Um namorado para a minha mulher: Chico (Caco Ciocler) está cansado do seu relacionamento e das reclamações da esposa, Nena (Ingrid Guimarães). Após 15 anos vivendo juntos, Chico não tem coragem de perdir divórcio. Ele decide seguir o conselho dos amigos e contrata um amante para sua esposa, o sedutor Corvo (Domingos Montagner), na esperança de que ela se envolva com ele e acabe com o casamento.

Um suburbano sortudo: Denílson (Rodrigo Sant'anna) é um simples camelô do subúrbio, mas sua vida muda quando seu até então desconhecido pai biológico morre, deixando para ele toda o seu legado milionário. Junto com a fortuna, porém, Denílson herda também a família insatisfeita e endividada do falecido, que fará de tudo para colocar as mãos nessa herança.

Uma loucura de mulher: Lúcia (Mariana Ximenes) e Gero (Bruno Garcia) estão juntos há 15 anos. Fugiram para se casar e ela acabou abandonando a dança, que era sua grande paixão, para apoiar a carreira do marido na política. Mas no dia do lançamento da pré-candidatura de Gero ao Governo do Distrito Federal, um evento acarreta em grandes mudanças em suas vidas.

Carrossel 2 - O sumiço de Maria Joaquina: Famosas por conta do sucesso do clipe de PanáPaná na internet, as crianças chamam a atenção de uma estrela da música brasileira, Didi Mel (Miá Mello), que decide convidar toda a galera da escola Mundial para um de seus shows. No entanto, o que tinha tudo para ser uma ótima excursão ganha ares de filme de terror quando os vilões Gonzales (Paulo Miklos) e Gonzalito (Oscar Filho), recém-saídos da prisão, decidem sequestrar Maria Joaquina (Larissa Manoela).


Eu moro em Niterói, e vou compartilhar com vocês a programação da minha cidade, com os filmes, horários disponíveis e seus respectivos horários.



     Alguns dos filmes da lista vocês já viram aqui em resenhas ou posts no Instagram ou no Facebook, fiquei surpresa com a quantidade de filmes nacionais que vi este ano e que com certeza verei novamente amanhã. O escaravelho do diabo, Tô ryca, Um suburbano sortudo encabeçam a lista, sinto por Nise não estar na programação da minha cidade, só eu sei o quanto estou tentando assisti-lo e sem êxito :(
Outro filme que gostaria muito que estivesse é A Comédia Divina, fiquei super empolgada com a sinopse porém não vi entrar e nem sair da programação, acho que seria uma oportunidade e tanto para o público ter contato com a obra.
    Mas e vocês? Animados para passar o dia amanhã no cinema? Me contem quais sãos os seus filmes favoritos, estou aceitando indicações.
  


                                                           Bjbj e até o próximo post!!                                                                       



*CRÉDITOS: Programação Cinemark e Sinopse Adoro Cinema.

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - Resenha (SEM SPOILERS)





      Ontem, 31 de outubro foi um dos dias mais aguardados do ano por mim, contava as horas enlouquecidamente para finalmente ter a 8º história de Harry Potter nas minhas mãos, e quando finalmente aconteceu, devorei as páginas ontem mesmo e vim compartilhar com vocês as minhas impressões acerca do livro.
        Quem já leu Pluft, O Fantasminha já está familiarizado com a estética da escrita de uma peça de teatro, The Cursed Child segue o mesmo padrão, mas ainda assim confesso ter estranho um pouco.
      Na leitura das primeiras páginas corri para descobrir quem era a tradutora, após anos de Lia Wyler seria impossível não estranhar a diferença abismal entre as formas de se expressar no papel, senti em alguns trechos uma forçação de barra (não sei se realmente houve pois ainda não li na versão original e tenho consciência que há perdas na tradução que não dependem do profissional que está por trás) mas pode ter se tratado apenas de uma impressão. 
      Achei o tema abordado bem interessante, a maneira como a história se desenrola também, mas fiquei um pouco incomodada com alguns diálogos, perdi as contas de quantas vezes pensei "é sério mesmo??" sem falar que algumas falas não tinham conclusão, não se tratava de abruptas interrupções, simplesmente o personagem falava e eu ficava na expectativa que ele retomasse o que estava falando, ou que concluísse o raciocínio no decorrer da conversa.
      Trechos de livros anteriores foram incorporados à história, e mesmo eles pareciam não ter o mesmo tom, e acho que o livro falhou aí. Foi como se tivessem escrito um pré-projeto de roteiro para a peça e este mesmo pré-projeto antes das revisões e alterações tivesse sido encadernado e colocado nas prateleiras para venda. 
        Durante a espera me disciplinei a ficar longe de todos os spoilers, resenhas da peça e do livro para não ser influenciada por ninguém e ter a surpresa preservada, mas ela não veio, não tive grandes surpresas, o aproveitamento do Ron (meu personagem favorito junto com a Luna e com o Dobby) foi bem medíocre, assim como algumas falas utilizadas para as grandes revelações, ainda em relação aos personagens ao meu ver o Scórpio Malfoy foi a grande revelação, realmente me cativou.
      Não gostei do livro? Não diria isso, mas acho que criei expectativas demais que não foram alcançadas. Acho que faltou um pouco de conexão entre as cenas o que consequentemente gerou cortes e pequenos buracos no livro. 
        Agora sinto necessidade de ler a história em inglês e assistir a peça, talvez dessa forma consiga o sentimento de plenitude que estive buscando.
   
Classificação para HARRY POTTER E A CRIANÇA AMALDIÇOADA: 6,0 


Leu, ou assistiu a peça? Me conta o que achou!!
Uma coisinha importante aqui antes de você ir embora. Nunca, jamais, em hipótese alguma deixe de ler, assistir ou fazer o que for por causa da opinião de alguém, lembre-se que somos pessoas diferentes (ainda bem!) e como tais pensamos e temos percepções adversas sobre qualquer coisa. Ouviu? Pois bem! Agora pode deixar aqui aquele seu comentário que eu tanto prezo e nos vemos no próximo post! Bjbj!!