Rota de transição - Parte 1




Olá amores,  estive sumida por estar resolvendo problemas com a matrícula da faculdade mas voltei!
Para compensar o sumiço e a falta de posts, decidi contar a história do meu cabelo para vocês em três partes.
E como vai ser? Simples, dividi em infância, pré-adolescência e adolescência (nhi, sou um bebê.).
Vamos lá então..


De quando eu nasci, até uns 6 anos meu cabelo era liso com cachos nas pontas mas com o passar do tempo foi ficando mais enrolado e grosso.  Minha mãe não sabia como lidar com ele, eu não a culpo, estávamos chegando naquela onda de cabelos super lisos e surgimento da chapinha. (inclusive a primeira chapinha dela era horrível, não sei até hoje como não ficamos carecas!) Então ela penteava o cabelo SECO, e prendia de um jeito que ficasse menos pior.
Eu ainda não passava chapinha constantemente mas já dava umas escapadinhas, ah, e quantas vezes eu desejei ter o cabelo igual ao das outras garotas... Até ai com razão né? Ou não?

Belo penteado mamãe, obrigada!
Participação especial da minha irmã com a blusa da Monica e de meu cachorro Mickey.

Usei esse belíssimo penteado por anos, achava que era uma criança feia perto das meninas da escola e quem tivesse um cabelo 'domável'. Foi por volta dos meus 11 anos que tivemos a ideia, até então genial de fazer progressiva e resolver os 'problemas' ou não...



Continuo na próxima!
xoxo, Lola.








Um comentário :

  1. Gostei bastante do post, pois você explicou desde a sua infancia sobre o seu cabelo, eu particularmente tenho progressiva e vivo fazendo rs.
    beijos!
    www.garotadelicada.com.br

    ResponderExcluir